FEP
PT   EN
Imagem 1
Sigarra

FINANÇAS E FISCALIDADE


 

  1. DIREÇÃO
  2. COMISSÃO CIENTÍFICA
  3. OBJETIVOS
  4. DESTINATÁRIOS
  5. TESES EM DESTAQUE
  6. PROGRAMA
  7. DIPLOMA
  8. PERFIL ESTUDANTES
  9. CORPORATE PARTNERS
  10. OPORTUNIDADES INTERNACIONAIS
  11. CANDIDATURAS E CRITÉRIOS DE SERIAÇÃO
  12. PROPINAS
  13. INÍCIO DO ANO LETIVO
  14. INFORMAÇÕES E CONTACTOS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1.DIREÇÃO
Prof. Doutor Elísio Brandão

O Mestrado em Finanças e Fiscalidade (MFF) surgiu como consequência natural da Pós-Graduação em Finanças e Fiscalidade, PGFF, que tem sido das mais procuradas e com o maior número de Pós-Graduados, contando com 10 edições, no âmbito da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, 7 edições, no âmbito da Porto Business School e uma Edição Especial para a DGCI, atual Autoridade Tributária e Aduaneira, AT, Ministério das Finanças. O MFF tem permitido aos jovens licenciados, que apresentam elevado potencial de crescimento, uma possibilidade de se valorizarem pelo conhecimento. O MFF, no presente ano letivo, surge com a 6ª edição e é nossa convicção que vai permitir aprofundar, ainda mais, os conhecimentos e as competências nas áreas das finanças, da fiscalidade e da contabilidade, bem como satisfazer necessidades reais do mundo das empresas e das Instituições. Dado que as obrigações de natureza financeira, fiscal e contabilística são crescentes e estão em constante mutação, estima-se que seja uma oportunidade para as pessoas, que já assumem elevadas responsabilidades, se valorizarem ainda mais.
O MFF tem tido uma elevada procura e os Mestres em Finanças e Fiscalidade têm, até ao presente, uma taxa de empregabilidade de 100%.

2.COMISSÃO CIENTÍFICA

» Prof. Doutor Elísio Brandão (Presidente)
» Prof. Doutor António Cerqueira
» Prof. Doutor Samuel Pereira
» Prof. Doutor Vitorino Martins
» Prof. Doutor Manuel Pereira

3.OBJETIVOS
O MFF tem por objetivo aprofundar os conhecimentos e as capacidades dos formandos, ao nível teórico e prático, centrados nas áreas das finanças, da fiscalidade e da contabilidade, na vertente científica ou profissionalizante. Com o MFF deseja-se dotar os formandos de conhecimentos e competências que lhes permitam resolver casos práticos do mundo real das empresas e das instituições públicas ou privadas. Existe a consciência que só os elevados padrões de qualidade no ensino e na aprendizagem garantirão a manutenção da procura a médio e longo prazos.

4.DESTINATÁRIOS
Os principais destinatários, do Mestrado em Finanças e Fiscalidade, MFF, são:
» Titulares de uma Pós-Graduação conferente ou não de grau, que desempenham funções de elevada responsabilidade no seio das Empresas ou das Instituições públicas ou privadas.
» Recém-licenciados, com elevado potencial de crescimento, com vontade de se valorizarem pela aquisição de conhecimentos e experiências.
A título de exemplo, referimos:
» Os Administradores, Gerentes ou técnicos superiores de Empresas, de Instituições Financeiras, de Companhias de Seguros, de Fundos de Investimentos e de Pensões,de Centros Hospitalares, dos Ministérios das Finanças, da Economia, da Justiça, Segurança Social e do Trabalho, das Autarquias Locais e Empresas Municipais, de Instituições de Solidariedade Social ou de Entidades Públicas Empresariais.
» Os quadros das empresas de auditoria e consultadoria que têm que propor, efetuar, analisar e, muitas vezes, certificar os relatórios
financeiros. Os quadros da área comercial de instituições financeiras que têm que propor soluções de reestruturação de dívidas às empresas e às Instituições, com produtos financeiros inovadores, dado o contexto de incerteza crescente em que se vive.
» Também será dada a oportunidade a pessoas mais jovens e que apresentem perspetivas de rápida evolução. A taxa de empregabilidade dos nossos Mestres é de 100%, até ao momento.

5.TESES EM DESTAQUE
‘Atitude e Perceção dos Impostos – O caso português’
Ana Paula de Oliveira Ferreira
Orientador: Elísio Fernando Moreira Brandão
Coorientador: Francisco Vitorino da Silva Martins

'Corporate Governance and Taxes'
André Alves Pinto Vieira
Orientador: António de Melo da Costa Cerqueira
Coorientador: Elísio Fernando Moreira Brandão
 
'Off-Balance sheet items in European Banking: A panel data econometric model on risk and liquidity'
Diana Vanessa da Silva Teixeira
Orientador: Francisco Vitorino da Silva Martins
Coorientador: Elísio Fernando Moreira Brandão

'Internacionalização e Desempenho Financeiro'
Rui Pedro Sampaio Ferreira
Orientador: Francisco Vitorino da Silva Martins
Coorientador: Elísio Fernando Moreira Brandão
 
'Dissecting Momentam: Loser’s Characteristics'
Luís Carlos Pereira Magalhães
Orientador: António de Melo da Costa Cerqueira
Coorientador: Elísio Fernando Moreira Brandão
 
'Are European Socially responsible mutual funds rewarding and profitable'
Cristiana Maria Albuquerque Torres
Orientadores: António de Melo da Costa Cerqueira
Coorientador: Elísio Fernando Moreira Brandão
 
'Estruturantes de um Balanced Scorecard Estratégico para Sistemas Integrados de Saúde'
Manuel Amaro Fernandes Ferreira
Orientador: Samuel Cruz Alves Pereira

6.PROGRAMA
 

 

* Possibilidade de realizar mobilidade internacional numa escola parceira da FEP.
O corpo docente pode sofrer alterações.
 
7.DIPLOMA
A realização da componente letiva do mestrado, correspondente a 75 créditos ECTS, permite obter um diploma de curso de mestrado, não conferente de grau em Estudos em Finanças e Fiscalidade. O grau de mestre em Finanças e Fiscalidade é atribuído após a realização da dissertação / trabalho de projeto / estágio.
 
8.PERFIL ESTUDANTES
Alunos inscritos no ano letivo 2012/2013
 

9.CORPORATE PARTNERS
 
 
10.OPORTUNIDADES INTERNACIONAIS
 
PARCERIAS INTERNACIONAIS
83 universidades em 27 países 

MOBILIDADE INTERNACIONAL
» Compreende um semestre de estudos Período de mobilidade: 2º semestre do 1º ano do curso
» Candidaturas decorrem em Setembro, à chegada dos estudantes aos seus mestrados
» As mobilidades poderão ser financiadas ao abrigo de Programas europeus

ESTÁGIOS
» A FEP promove a realização de estágios curriculares e extracurriculares de curta duração (nacionais ou internacionais), com o principal
objetivo de proporcionar uma experiência real no mercado de trabalho.
» Apoia também a realização de estágios internacionais ao abrigo do programa ERASMUS+.
www.fep.up.pt/servicos/sereia/bolsadeemprego/

QTEM MASTER PROGRAMME
Mais informações aqui

11.CANDIDATURAS E CRITÉRIOS DE SERIAÇÃO
Decorrem entre 17 de março a 11 de abril 2014.
Devem ser submetidas online com os seguintes documentos:
» Fotocópia do Bilhete de Identidade/ Cartão de Cidadão /Passaporte;
» Curriculum vitae;
» Carta de apresentação do candidato (com motivações para frequentar o mestrado);
» Certificados comprovativos das habilitações académicas (incluindo certificados das disciplinas);
» Duas cartas de recomendação (facultativas).
Os critérios de seriação e os pesos de ponderação são os seguintes:
» 45% CV académico
» 45% CV profissional
» 10% Motivação
Pontuação obtida no GMAT – critério opcional com majoração máxima de 10%.
 
 
12.PROPINAS
Estudante em regime de tempo integral: 1500 euros (sujeito a aprovação pela Universidade do Porto).
Estudante em regime de tempo parcial: 75% da propina que vier a ser definida pela Universidade do Porto. Considera-se estudante emregime de tempo parcial aquele que se inscreve a um máximo de 37,5 créditos ECTS anuais.
 
13.INÍCIO DO ANO LETIVO

15 de setembro de 2014

Horário Pós-laboral
 
14.INFORMAÇÕES E CONTACTOS

admissions@fep.up.pt

Faculdade de Economia da Universidade do Porto
Rua Dr. Roberto Frias, 4200-464 Porto
Telefone + 351 225 571 100
Fax + 351 225 505 050


Faculdade de Economia da
Universidade do Porto
Rua Dr. Roberto Frias,
4200-464 Porto - PORTUGAL tel | +351 225 571 100
fax | +351 225 505 050 http://www.fep.up.pt
geral@fep.up.pt
 
 
SEARA.COM
>