FEP
PT   EN
Cursos
Cursos 2
Sigarra

Curso Livre de Economia e Fraude

Objetivo: Sensibilizar para a problemática das actividades de negócio, e de enquadramento político, lesivas das boas práticas comerciais ou da lei. Tal permitirá caldear os conhecimentos de Economia e de Gestão na realidade social da fraude, com que sistematicamente nos defrontamos no exercício da actividade profissional.
Fornecer um conjunto de conceitos e instrumentos de análise, que são uma síntese de saberes consolidados de Criminologia, Sociologia, Economia, Gestão e Psicologia, permitindo-lhes uma autonomização da "honestidade”, do "ilegal funcionamento dos mercados”, da "economia não registada” na observação da realidade, na formulação de leis e nas acções.

Destinatários: Todos os estudantes de Economia e de Gestão, de todos os ciclos de estudo. Todos os interessados em compreender  um dos fenómenos complexos da realidade contemporânea: a fraude. Uma preparação para a atividade profissional.

Material de trabalho: A bibliografia indicada deverá ser consultada antes da sessão de trabalho e estudada mais aprofundadamente depois desta ter acontecido. Em cada sessão de trabalho será indicada alguma bibliografia base para a sessão seguinte, sendo de saudar a iniciativa dos alunos em encontrar bibliografia adicional. A biblioteca da Faculdade tem muita literatura disponível sobre o assunto, em papel ou electrónica.
Apesar de nenhum livro cobrir integralmente as matérias que vão ser abordadas − pois tendem a concentrar-se num tipo de fraude − sugerimos. que como livro de suporte optem por uma das seguintes obras, em três línguas diferentes (para abrir o leque das escolhas) e com narrativas de tipo diferente:

  • Brytting, T., R. Minogue and V. Morino (2011). The anatomy of fraud and corruption. Surrey, Gower.
  • Pons, N. and V. Berche (2009). Arnaques. Le Manuel Anti-fraude. Paris, CNRS Editions.
  • Wells, J. T. (2009). Manual da Fraude na Empresa. Prevenção e Detecção. Coimbra, Almedina.

Para uma leitura genérica sobre estas problemáticas, embora apresentados de uma forma mais simples e abreviada sugere-se ainda

  • Pimenta, C. (2009). Esboço de Quantificação da Fraude em Portugal. Working Papers - OBEGEF. Porto, OBEGEF - Observatório de Economia e Gestão de Fraude & Edições Húmus. (Disponível no site do OBEGEF)
  • Branco, M. C. (2010). Empresas, Responsabilidade Social e Corrupção. Working Papers - OBEGEF. Ribeirão, Edições Húmus: 28. (Disponível no site do OBEGEF)
  • Pimenta, C. and Ó. Afonso (2012). Notes on the epistemology of fraud. Working Papers - OBEGEF, Edições Humus & OBEGEF: 29. (Disponível no site do OBEGEF)


Matérias constitutivas:
A estrutura do curso dependerá do decorrer das sessões de trabalho, mas apresenta-se de seguida o seu inventário.

  • Crime, Sutherland, teoria da associação diferencial e "crime de colarinho branco”.
  • Noção de fraude. Tipos de fraude. Sua dimensão social.
  • Fraude ocupacional e organizacional. Diamante da fraude. Árvore da fraude.
  • Apontamentos sobre os paraísos fiscais e judiciários.
  • Probabilidade de corrupção. Percepção e realidade.
  • Economia não-registada. Complexidade e metodologias de cálculo.
  • Globalização e criminalidade económico-financeira organizada.
  • Debate dos trabalhos realizados pelos participantes (forma de avaliação)

No total 20 horas.

Equipe docente: Prof. Carlos Pimenta

  • Professor catedrático da Faculdade de Economia do Porto
  • Presidente do Observatório de Economia e Gestão de Fraude

Tipo de aulas: Sessões presenciais muito assentes no debate e na análise de casos.

Nota complementar: Trata-se de uma acção curta de sensibilização, a primeira realizada na FEP, que pode ser completada em futuros módulos, caso haja interesse para tal, orientados para dois principais vectores:

  • Aprofundamento de cada uma das problemáticas
  • Implementação da detecção e prevenção da fraude.


Horário e Funcionamento: O curso funcionará de 18 de fevereiro a 23 de março de 2015, com um mínimo de 21 inscritos. Serão 10 sessões de 2 horas cada, durante cinco semanas, (duas sessões por semana, à segunda e à quarta-feira). O limite de inscrições será de 30.

Horário: 18h30 (sala 256)

18 de Fevereiro – segunda-feira

23 de Fevereiro – quarta-feira

25 de Fevereiro – segunda-feira

02 de Março - quarta-feira

04 de Março - segunda-feira

09 de Março - quarta-feira

11 de Março - segunda-feira

16 de Março - quarta-feira

18 de Março - segunda-feira e

23 de Março - quarta-feira



Aproveitamento e avaliação: A presença a 75% das sessões levará à emissão de um certificado de presença.
Quem manifestar, até à última sessão, o interesse em ser avaliado, ser-lhe-á entregue um tema para desenvolver após o fim do curso, o qual será defendido num debate oral. Se obtiver um resultado positivo terá um certificado de realização de curso.

Preço: 100 euros

Valor não reembolsável em caso de desistência do estudante

 

Candidatura: Até 10 de fevereiro de 2015. Faça a sua candidatura aqui.

Pagamento: O pagamento deverá ser efetuado através da referência Multibanco gerada após submissão da candidatura, cumprindo o prazo nesta indicado. Após confirmação do funcionamento do curso (verificação do número mínimo de inscritos exigido) os estudantes receberão por e-mail as credenciais de acesso ao sistema informático que lhes permitirá gerar as respetivas referências Multibanco para pagamento.




Faculdade de Economia da
Universidade do Porto
Rua Dr. Roberto Frias,
4200-464 Porto - PORTUGAL tel | +351 225 571 100
fax | +351 225 505 050 http://www.fep.up.pt
geral@fep.up.pt
 
 
SEARA.COM
>